23/09/2010

ATIVIDADE DE REFORÇO SOBRE A MINERAÇÃO


LIVROS DO 8º ANO PROJETO ARARIBÁ PAGINAS 46 ATÉ PÁG. 49
1. Faça no seu caderno uma pirâmide que represente a sociedade mineradora colonial. Considere as seguintes camadas sociais.




a) Homens livres pobres
b) Escravos
c) Proprietários de grandes lavras, grandes comerciantes e altos funcionários do governo.
d) Profissionais liberais, artesãos, pequenos comerciantes, roceiros e faiscadores.
2. Observe o quadro sobre o comércio no Brasil colonial e informe os locais de origem e de destino dos seguintes produtos
O COMERCIO NO BRASIL COLONIAL
PRODUTOS
ORIGEM
DESTINO
Gado
Pastagens do sul e do Nordeste
Região de Minas
Açúcar, roupas, manufaturas, utensílios domésticos.
Portos do Ri de Janeiro e de
Salvador
Vilas de Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás
Ouro e diamantes
Região de Minas
Outras regiões da colônia e Portugal
Sal, roupas, farinha de mandioca.
São Paulo
Mato Grosso
3. Sobre o quadro, responda.
a) Como as mercadorias eram transportadas?
Resposta: Por terra, no lombo de mulas, e através dos rios
b) Quais foram os dois resultados importantes desse comércio para a colônia?
Resposta: A integração entre as capitanias e o aumento da circulação de moedas.
4. Elabore um texto sobre a vida cotidiana na região das Minas Gerais. Em seu texto descreva o trabalho aurífero, a moradia, os hábitos alimentares das diferentes as classes sociais.
5. No Brasil encontramos várias revoltas no período do ciclo do ouro. Complete a tabela abaixo com as características das revoltas e conjuras: A conjuração Mineira ou Inconfidência Mineira você irá achar na unidade 6 item 2 pág. 139.
Causas
Consequencias
Guerra dos Emboabas
Guerra dos Emboabas (S. Paulo, início do séc. XVIII (1707) - Paulistas x forasteiros (baianos e portugueses), devido à concorrência na procura do ouro).
Criação da capitania de São Paulo e Minas e ida dos paulistas à região de Mato Grosso e Goiás (expansão territorial e descoberta de novas minas)
Revolta de Felipe dos Santos
(Ouro Preto, ou vila Rica - 1720) - Organizado pelos mineradores contra a instituição do quinto e das casas de fundição para cobrá-lo, impedindo assim, a sonegação e o contrabando.
Aprisionamento ou exílio dos rebeldes, enforcamento de Felipe dos Santos, aplicação das Casas de Fundição e separação das capitanias de São Paulo e Minas Gerais, aumentando a autoridade real sobre ambas
Inconfidência Mineira
Revolta da elite de Vila Rica contra o domínio português e sua opressão tributária que retraia a condição econômica da capitania
Prisão e exílio do envolvidos, enforcamento e esquartejamento de Tiradentes.

Jogos de Correspondência de História e outras disciplinas

Clicando no link abaixo você encontrará: Palavras Cruzadas de História, Inglês, Geografia, Sopa de Letras, Jogos Pedagógicos, Links úteis para o estudo e Jogos. Desafie seus conhecimentos.


http://www.malhatlantica.pt/oprof/flashistset.html

PALAVRAS CRUZADAS SOBRE O PROTESTANTISMO



Esse link poderá levá-lo  ao conhecimento sobre a reforma protestante de forma lúdica. Clique no link abaixo e poderá descobrir. Tente. O desafio está em descobrir quais são as palavras corretas. Caso não acertou algumas, busque na solução, que se encontra logo abaixo do exercício.
http://www.malhatlantica.pt/oprof/protestantismo.html


20/09/2010

GABARITO DAS ATIVIDADES SOBRE REFORMA PROTESTANTE

Martinho Lutero


LIVRO PAG. 116 PROJETO ARARIBA

1. faça um quadro comparativo da doutrina católica e da doutrina luterana. Siga o Modelo

Tema

Doutrina Católica

Doutrina Luterana

Salvação

Pelas obras e pela fé

Somente pela fé

Sacramentos

Batismo, confirmação ou crisma, eucaristia, penitência ou confissão, ordem sacerdotal, casamento e unção dos enfermos.

Batismo e eucaristia

Verdade

A tradição e Bíblia

Somente a Bíblia

Autoridade do papa

Aceitava

Não aceitava

2. Escreva, com suas palavras, o significado de cada expressão.

a) Jesuíta - Membro da Companhia de Jesus encarregado de evangelizar os povos, especialmente os das terras fora da Europa, e de combater o avanço do protestantismo e os movimentos císmáticos.

b) Inquisição: Instituição católica encarregada de julgar e punir as pessoas que desafiavam a crença na fé católica

c) Index: Lista de livros censurados pela Igreja, que os considerava prejudicais à fé católica.

d) Catecismo – Resumo da doutrina católica, usado para orientar os fiéis.

3. Elabore uma ficha do Concilio de Trento. Considere:

a) A relação entre a Reforma Protestante e o Concílio de Trento

O concílio de Trento foi realizado para que a Igreja Católica pudesse discutir as críticas recebidas e se reestruturar internamente, além de criar mecanismos para combater o avanço do protestantismo na Europa.

b) Motivo da convocação desse concílio.

Discutir e liberar sobre as reformas no interior da Igreja; conter o avanço do protestantismo.

c) Principais resoluções

Reafirmação da doutrina católica e reorganização da Igreja

d) Instrumentos de evangelização criados ou fortalecidos.

Criação do Index, do catecismo e de novas ordens religiosas, como a Companhia de Jesus; reorganização da Inquisição.

Aplicar

4. Leia o texto para responder às questões

A doutrina calvinista

“a) Por decreto de Deus, para manifestação de sua glória, alguns homens e anjos são predestinados à vida eterna e outros são predestinados à morte eterna;

b) Aqueles do gênero humano que estão predestinados à vida foram escolhidos para a glória com Cristo por Deus [..] segundo sua finalidade eterna e imutável[...] e tudo para louvor de sua gloriosa graça;

c) Foi do Agrado de Deus [...], para a glória de seu soberano poder sobre as suas criaturas, dispensar o resto da humanidade, condena-las à desonra e a ira por seu pecado, para louvor de sua gloriosa justiça.”

a) Identifique um dos princípios centrais da doutrina calvinista presente nesse texto.

O principio calvinista presente no texto é a ideia da predestinação absoluta, ou seja, que a salvação é uma decisão de Deus, que já escolheu desde sempre o seu rebanho de almas, condenando os não escolhidos à morte eterna

b) Estabeleça a diferença, no que diz respeito à salvação dos homens, entre a doutrina calvinista, a católica e a luterana.

A calvinista estabelece o principio da predestinação absoluta, de que a salvação depende do esforço dos homens; o luteranismo, por sua vez, afirma que a salvação é dada pela fé; enquanto, para a doutrina católica, a salvação é obtida pela fé e pelas boas ações.

Gabarito das atividades História 6º ano – Unidade 5 livro projeto Araribá

Sídon, na costa mediterranea do Líbano, onde se localizava a antiga Fenícia


1. Os fenícios dedicavam-se, primordialmente ao comércio marítimo, porque:

a) era grande seu excedente agrícola.

b) sua organização militar lhes garantia o domínio dos mares.

c) sua localização geográfica os induzia a isso.

d) sua organização política era fortemente centralizada.

e) sua atividade militar lhes proporcionava numerosos escravos para atuar nas galeras como remadores.

Resposta: C

2. A cultura fenícia começou a desenvolver-se por volta do século XIV a.C. Indique a origem da palavra phoinikés e explique como era desenvolvida a obtenção da tinta para tecidos, pelos fenícios.

A palavra phoinikés(púnico) usada para designar os fenícios, deriva de phóinix, que significa “roxo púrpura”. A tinta púrpura usada pelos fenícios para tingir tecidos, principal pruduto comercial desse povo, era extraído da glândula de um molusco marinho chamado múrice. Para obter meio litro de tinta, eram necessários mais de sessenta mil múrices. Isso porque apenas algumas gotas de tinta eram tiradas de cada molusco.

3. Leia atentamente.

“Tu, Tiro, dizias: ‘Eu sou um navio de beleza perfeita. ’

As tuas fronteiras estão postas em pleno mar, os teus edificadores te dotaram de uma beleza perfeita.

De zimbro do Sanir fabricaram as tábuas das tuas naus, tomaram um cedro do Líbano para construir um mastro.”

BÍBLIA. Ezequiel. A Bíblia de Jerusalém. Cap. 27, vers. 3-9.

Agora responda:

a) O que é Tiro? Qual sua importância histórica?

Resposta: Tiro é uma cidade Fenícia. Era uma cidade portuária, portanto uma das principais cidades comerciais da antiga Fenícia.

b) Qual a importância do cedro para as sociedades fenícias? Explique.

Resposta: As altas montanhas impediam os fenícios de adentrar o continente, por isso, eles voltaram seus esforços para o mar. O cedro das florestas possibilitou o desenvolvimento de estaleiros para construir embarcações. O cedro foi uma arvore encontrada em abundância nas florestas fenícias e que foram utilizadas para a construção de grandes navios birremes, espécie de embarcação cujos remos se dispunham em dois pavimentos.

4. Complete com V (verdadeiro) ou F (falso).

a) Os fenícios foram grandes artesãos: produziam tecidos, jóias, perfumes, vidro etc. (V )

b) Os fenícios compravam lã na Mesopotâmia e linho, marfim e pedras preciosas no Egito. (V)

c) Os gregos eram temidos pelos fenícios, devido as suas atividades de pirataria. (F) Quem era temido pelos gregos eram os fenícios

d) Na Antiguidade havia um respeito mútuo entre os povos e suas embarcações, sem a ocorrência de saques e invasões. (F)

e) A navegação avançada permitiu aos fenícios cruzar o Mar Mediterrâneo e chegar ao Oceano Atlântico. (V )

5. Apesar de estarem ligado ao mar, a agricultura e o pastoreio foram a base da alimentação dos fenícios. Indique os nomes dos deuses fenícios e qual a relação existente entre a religião e as práticas alimentares fenícias.

Resposta: As divindades fenícias estavam ligadas às forças da natureza, aos astros e à fertilidade, devido às práticas agrícolas e de pastoreio. A religião fenícia sofreu influência dos mitos caldeus e egípcios. Seus deuses são chamados de Baal e Baalat – Senhor e Senhora, porque era proibido pronunciar seus verdadeiros nomes. O culto aos deuses era feito com oferendas de vegetais e animais, e, ocasionalmente, com sacrifícios humanos inclusive crianças.

6. Sobre a fixação dos hebreus, faça a ligação correta.

COSTA Mar Mediterrâneo

MONTANHAS Galiléia, Samaria, Judeia

VALES - Rio Jordão

7. Complete a tabela com pelo menos um exemplo para cada item.

A Bíblia e a cultura

Nomes Bíblicos

Isabel, Mateus, Pedro etc.

Expressões do dia a dia

Judas, Bode expiatório.

Temas bíblicos na arte

Moisés (Michelângelo)

Página 136 - Questão 1

Em seu caderno, faça uma ficha com as seguintes informações sobre a civilização fenícia

a - Localização: Faixa litorânea entre o Mediterrâneo e as montanhas do Líbano.

b-Principal cidades: Biblos, Sídon e Tiro

c-Atividade econômicas: Comércio, navegação e artesanato

d - Organização política: Cidades-estados

e - Principal herança: O Alfabeto

8. Lei em casa o seguinte texto bíblico: Ezequiel capítulo 27. Agora faça uma lista de produtos comercializados pelos fenícios. Peça ajuda para seus pais.

16/09/2010

CRUZADAS SOBRE CIVILIZAÇÕES DO MEDITERRANEO ORIENTAL

AOS ALUNOS DO 6º ANO

Você quer aprender sobre as civilizações do mediterrâneo Oriental (Hebreus e Fenícios) clique no link abaixo e divirta-se.


http://eb23cmat.prof2000.pt/sala/historia/historia.html
Localização é algo fundamental para se situar no espaço geográfico. Que tal montar virtualmente os mapas????

Arrume as unidades federativas do Brasil – Clique aqui: http://www.cambito.com.br/games/brasil.htm




Quebra cabeças da América – teste seus conhecimentos geográficos no mapa dos países americanos!!! Clique aqui: http://www.cambito.com.br/games/americas.htm



Agora que você está craque, que tal montar a Europa? Clique aqui: http://www.cambito.com.br/games/europa.htm

10/09/2010

GABARITO DA AVALIAÇÃO DO 8º ANO 2º TRI

ESCOL MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PINHEIRO MACHADO

AVALIAÇÃO PARALELA DE HISTORIA – PROFESSORA ELIZABETH- DATA 10/09/2010

ALUNO (A):_________________________________________TURMA_____8º ANO

RESPONDA:

1)Com relação a Casa de Contratação responda:

a) Quando e com que objetivo foi criada? Foi criada em 1503, na cidade de Servilha (Espanha, como objetivo de centralizar a administração

b) Qual era sua função Era encarregada de controlar o comércio e a navegação entre a Espanha e suas colônias.

2) Com relação a sociedade colonial da América espanhola escreva o que se pede no quadro,

NOME/ORIGEM

COR

OCUPAÇÃO

Chapetones: Colonos nascidos na Espanha.

Branca

Ocupavam os cargos mais altos na sociedade.

Criollos: filhos de espanhóis nascidos na América.

Branca

Eram proprietários de terras e de minas.

Mestiços: nascidos da união entre espanhóis e índios ou negros

Mestiça

Eram comerciantes, artesãos ou capatazes.

Indígenas e seus descendente

Amarela

Trabalhavam nas minas, nos campos e nas cidades realizando serviços pesados por meio de trabalhos forçados, como a mita.

Africanos e seus descendentes

Negra

Trabalhavam como escravos nas grandes plantações.

3) Por que no início da colonização os portugueses tiveram pouco interesse pelas terras onde hoje é o Brasil?

Resposta: Porque não acharam aqui ouro ou prata e preferiram continuar se dedicando ao lucrativo negócio das especiarias com a África e as Índias.

4) Quais foram as atividades econômicas mais importantes desenvolvidas no Brasil durante o período colonial?

Resposta: Exploração do pau-brasil, cultura açucareira e exploração de minérios.

5) Por que a França perdeu o Canadá e os territórios situados às margens do rio Mississipi?

Resposta: Porque foi derrotada na Guerra dos Sete anos, contra a Inglaterra.

6) No século XVII, as guerras político-religiosas na Inglaterra provocaram o êxodo de parte da população. O que essa população tinha como objetivo ao dirigir-se para a América.?

Resposta: Tinha como objetivo se estabelecer, provocando um povoamento efetivo em uma nova terra em busca de abrigo e paz.

7)Aponte as principais diferenças entre os dois tipos de colonização: de exploração e de povoamento. Dos dois tipos de colonização que você estudou, qual deles se refere ao Brasil?

Resposta: Colônia de Povoamento: geralmente localizavam-se em regiões de clima semelhante ao europeu; não ofereciam lucro imediato. Voltada mais para o povoamento. Ex. Nordeste dos Estados Unidos.

Colônia de exploração: regiões dominadas pela metrópole e enquadradas na estrutura do sistema mercantilista, forneciam produtos tropicais e consumiam produtos metropolitanos; geralmente localizados em regiões de clima quente.

O Brasil está enquadrado no modelo de colônia de exploração.

8) Quais os países que deram início à colonização da América no século XVI?

Resposta: Portugal e Espanha

07/09/2010

Quiz sobre o descobrimento do Brasil

Procure realizar esse quiz sobre o Descobrimento do Brasil.
Tente.

Clique no linck e descubra.

http://www.brincandoseaprende.com.br/index.php?id=132

JOGO SOBRE RENASCIMENTO

clique nesse link e você estará realizando uma atividade sobre o renascimento.

http://www.malhatlantica.pt/oprof/renascimento.swf

avaliação do 6º ano - paralela

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PINHEIRO MACHADO

RECUPERAÇÃO PARALELA DE HISTORIA - PROFESSORA ELIZABETH

Aluno:____________________________________Série: 6º ano Turma ____Data:________________

VAMOS TRABALHAR COM TEXTO

O texto a seguir é uma adaptação do mito que justifica o poder dos faraós. Leia-o e tente responder as seguintes questões:

Osíris veio ao Egito acompanhado de sua irmã-esposa, a deusa Ísis. Ele ensinou aos homens a agricultura, a metalurgia [...] Mas seu irmão. Set (o deus mau, o vento seco do deserto) ficou com inveja. Um dia, Set convidou Osíris para uma festa e, enganando-o, fechou-o dentro de uma caixa, que lançou ao rio. Ísis, desesperada, procurou-o e achou-o em Biblos, onde uma grande árvore retivera-o prisioneiro. Mas Set, numa noite em que Osíris caçava sob a claridade da lua, matou-o e cortou seu corpo em quatorze pedaços, os quais espalhou pelo Egito. Pacientemente, Ísis os recolheu e, com a ajuda de seu filho Hórus, juntou-os e, usando de ritos mágicos, levou seu marido a uma nova existência. Hórus tornou-se rei do Egito. Os faraós o sucederam.

AUBERT, André. Histoire: L’Orient et la Grèce. Paris: Hachette, 1959. p. 43.





Escultura em ouro e lapis-lazúli representando Osíris e Ísis ladeando Hórus (889 a.C.-866 a.C).

1. Quais são os deuses egípcios citados no texto?

Resposta: Os deuses são Osíris, Ísis, Ser e Hórus.

2. De acordo com o texto, qual é a explicação para a origem dos faraós?

RESPOSTA: Os faraós teriam sucedido os deuses no governo do Egito.

3. De acordo com que já estudamos por que os faraós são considerados deuses? Os faraós são considerados deuses

Resposta: O povo acreditava que os faraós eram filhos do deus sol e o adorava como a um deus.

A pintura a seguir representa uma cena de batalha. Observe-a com atenção e siga o roteiro de análise.

Cena de batalha pintada n arca que compunha o tesouro do faraó Tutancâmon, encontrado no Vale dos Reis, em Tebas

a) Descreva o que você vê na pintura.

Resposta A pintura mostra um faraó, armado de arco e flexha e conduzindo uma biga, em combate com soldados inimigos, todos sendo mortos facilmente. Deve-se destacar o tamanho da figura do faraó em contraste com o tamanho pequeno dos outros personagens

b)Por que o faraó é representado com um tamanho maior que o das outras pessoas?

Resposta. Ao representar o faraó dessa maneira, o artista procurou enfatizar o grande poder do monarca e sua valentia militar

c)Você acha que o faraó lutaria sozinho numa guerra, como a figura sugere? Justifique sua resposta.

Resposta Pessoa. Espera-se que você aluno perceba que, ao destacar a figura do faraó, a pintura anula o papel do exército nas campanhas militares, constituído, em sua maioria, por soldados mercenários.

d) Compare as batalhas daquela época com as de hoje. O que mudou? O que permanece?

Mudanças: O elevado grau de investimentos tecnológicos nas guerras atuais, expresso nos sofisticados sistemas de mapeamento dos territórios inimigos, no poder de destruição das armas – muitas delas lançadas a distância, como os mísseis, que evitam os confrontos diretos – e na rapidez das operações militares, graças ao uso de aeronaves e da informatização.

Permanência as razões que motivam as guerras, como disputa de territórios, interesses econômicos e conflitos étnicos; os prejuízos que as batalhas trazem para a infra-estrutura e para a população civil dos países em guerra, além de sacrificar a vida dos próprios soldados.





01/09/2010

Trailer do Filme Comer Rezar Amar - Legendado

  • Sinopse
    Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda sim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert said a zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada ao redor do mundo que se transforma em uma busca por auto-conhecimento. Em suas viagens, ela descobre o verdadeiro prazer da gastronomia na Itália; o poder da oração na Índia, e, finalmente e inesperadamente, a paz interior e equilíbrio de um verdadeiro amor em Bali. Baseado no best-seller autobiográfico de Elizabeth Gilbert, Comer, Rezar, Amar prova que existe mais de uma maneira de levar a vida e de viajar pelo mundo.
  • Informações Técnicas
    Título no Brasil: Comer, Rezar, Amar
    Título Original: Eat, Pray, Love
    País de Origem: EUA
    Gênero: Drama
    Tempo de Duração: 133 minutos
    Ano de Lançamento: 2010
    Estréia no Brasil: 01/10/2010
    Site Oficial:
    Estúdio/Distrib.: Sony Pictures
    Direção: Ryan Murphy




ÁFRICA CONTEMPORÂNEA

A África é o mais pobre de todos os continentes. Embora seu subsolo guarde muitas riquezas em recursos naturais, como ouro, diamantes, petróleo, amplos setores de sua população passam fome.

A África é um continente mais de três vezes maior que o Brasil, com uma população de quase 900 milhões de pessoas, que falam um terço de todas as línguas existentes no planeta. Um continente, portanto, que abriga uma grande diversidade de culturas, de histórias, de religiões, bem como de recursos econômicos, de vegetação e de relevo. No norte, encontram-se países de influência árabe e de maioria muçulmana, como é o caso do Egito, da Líbia e da Argélia.

Ao sul desses países, a África é cortada de leste a oeste pelo deserto do Saara. Ao sul do Saara, encontra-se a África subsaariana.

Depois da descolonização

Após o fim da Segunda Guerra Mundial as antigas colônias africanas foram uma a uma conquistando sua independência.

Todo o continente viveu, até a década de 1980, esse processo de libertação. Os novos governos, não importa qual fosse a orientação política, tiveram de enfrentar uma situação muito parecida: possuíam pouca ou nenhuma indústria, viviam da exportação de alguns produtos primários, praticamente não contavam com técnicos – como engenheiros, médicos, administradores competentes – e seus líderes quase não tinham experiência de governo. Essa era a herança que a dominação européia havia deixado.

Mas todos almejavam o que lhes fora negado durante o domínio colonial: educação para as crianças, atendimento médico, hospitais, água potável em abundância, bons preços para os produtos agrícolas e uma vida digna e minimamente confortável. O problema era de onde sairiam os recursos para a esperada modernização?

Para promover as mudanças necessárias à superação das precárias condições sociais e econômicas, os novos países africanos precisavam de dinheiro e tecnologia. Já que não havia recursos, o dinheiro (assim como a tecnologia) teria de vir de fora – através de empréstimo ou por meio de exportações de suas riquezas minerais e agrícolas. Isso quer dizer que, ou precisariam se endividar, ou teriam de produzir muito do que os países compradores tinham necessidade.

Produtor de Algodão (África) produtor de algodão africano

A dependência econômica

A prioridade era produzir aquilo para o qual havia mercado internacional – especializando a produção agrícola e deixando de lado a cultura de alimentos. Esse movimento continua ainda hoje.

Em 2002, 73% do valor das exportações do Mali provinham do algodão; 55% das exportações do Malauí eram devidas ao tabaco; na Mauritânia, a pesca representava 50% das vendas.

Nelson Piletti, Claudino Piletti, THiago Tremonte. História e vida integrada.